terça-feira , 17 outubro 2017
Últimas Notícias

Politica

Moradores constroem com R$ 5.000 ponte orçada em R$ 270 mil em Barra Mansa

Após esperar por duas décadas que a prefeitura de Barra Mansa (RJ) construísse uma ponte ligando os bairros de Nova Esperança e São Luiz, moradores da região se mobilizaram e conseguiram resolver o problema em um mês.

Em regime de mutirão, reuniram mais de cem pessoas para construir a ponte de 24 metros, com concreto e ferro, que ficou pronta no último dia 4. O grupo também ficou responsável por arrecadar todo o material usado na construção. A estimativa é de que a obra tenha custado R$ 5.000. A prefeitura da cidade informou que havia orçado a ponte em R$ 270 mil.

A iniciativa partiu das donas de casa Juracy da Conceição e Manoelina dos Santos. Elas contam que só de um lado da ponte há posto de saúde para atendimento médico e retirada de remédios. E, sem a obra, era necessário dar uma volta de quase dois quilômetros para chegar de um bairro a outro.

“Eu moro neste bairro há 49 anos. Sempre tivemos que improvisar com pedaços de madeira para atravessar o riacho. O problema é que ficava muito frágil e perigoso”, lembra Manoelina, 72. “Quando a chuva vinha, destruía tudo, porque o nível da água subia muito. Não dava nem para visitar os amigos ou ir à igreja, que também fica do outro lado.”

O filho de Manoelina, Adalto José Soares, 52, foi um dos que ajudou na construção. “Quem tinha dinheiro ajudou com dinheiro. Quem não tinha ajudou com mão de obra. A gente brinca por aqui que foi a obra do cadinho”, brinca o comerciante. “Cadinho de um, cadinho de outro. Arregaçamos as mangas, porque se tivéssemos esperando pela prefeitura estaríamos sem a ponte até agora.”

Demorou um mês para que a ponte, de três pilares, ficasse completamente pronta porque o trabalho dos moradores acontecia apenas aos sábados e domingos. Ou seja, foram necessários na realidade oito dias de trabalho para que a ponte fosse construída.

“Fizemos a ponte com três pilares, com três metros de profundidade cada um. É toda de concreto e ferro, bem segura. Desde 2014, a prefeitura só nos dizia que não tinha como fazer a obra, porque não tinha verba, faltava dinheiro, o país estava em crise”, afirma Soares. “E nós conseguimos deixar tudo pronto em apenas um mês. Brincadeira, né?”

Variação do rio

A Susesp (Superintendências de Obras e Serviços Públicos de Barra Mansa) explicou, por meio de nota, que a ponte construída pelos moradores é “uma iniciativa válida”. Mas, “como foi feita sem o aval da prefeitura, não tem como garantir que houve um projeto elaborado com um cálculo estrutural eficiente, prevendo, por exemplo, a variação do nível do rio, a incidência de arraste de objetos pela correnteza e especificação de materiais condizentes com o projeto. Também não foram observadas normas para a acessibilidade”.

 

Fonte/UOL

ATRIZ DECADENTE PEDE DOAÇÕES PARA “DILMA PODER COMER”

Isso extrapola o mero posicionamento político. É comportamento de quem segue uma SEITA! É de um deboche criminoso a todos, brasileiros ou não, que de fato não têm o que comer, como o povo venezuelano, esse sim, privado propositalmente de alimentação por um tiranete socialista amiguinho da presidentA que essa lobotomizada defende. É mais uma cuspida petista na cara dos miseráveis que eles dizem defender, e na memória de milhões de pessoas que morreram de inanição vítimas do “controle pela escassez” comunista, muitos levados ao último recurso desesperado do canibalismo, o que deu origem à frase “comunistas comem criancinhas.”
Tássia também é vítima do ‘controle pela escassez’. Mas no caso dos petistas, não é comida que falta: é caráter, decência, humanidade. Sobram cuspidas como essa. Que continuem se desmascarando. O Brasil agradece.

Não. Mil vezes não. Mas de jeito nenhum. Ninguém em pleno domínio de suas faculdades mentais pode se rebaixar ao ponto em que a atriz Tássia Camargo – mais uma da elite da esquerda caviar de Dilma – chegou.

“Depois que Temer cortou o “cartão de suprimento” do Palácio da Alvorada (e não de Dilma, que fique bem claro), Tássia deu chilique e saiu divulgando que Dilma estava precisando de comida. Em um vídeo, apelou para o vitimismo doentio e atuou como se Dilma estivesse precisando de comida: “Vamos levar comida para a presidenta Dilma […] é um pedido que eu faço em nome da democracia”.

Via: lucianoayan.com e  ‎Rafael Abdalla

Justiça estipula multa ao prefeito de Cabo Frio por problemas na limpeza

Alair pode pagar R$ 10 mil por cada denúncia comprovada feita ao MP.
Medida abrange loteamentos do distrito Tamoios.

A Justiça determinou que o prefeito de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, Alair Corrêa, seja multado em caso de falta de de serviços públicos em loteamentos de Tamoios, no 2º distrito. As multas estavam sendo direcionadas ao município e à Comsercaf, empresa responsável pelo serviço na cidade, mas, com a mudança, a medida estipula que o prefeito pague R$ 10 mil, pessoalmente, a cada denúncia recebida e comprovada pelo MP.

As denúncias servem para falhas na prestação dos serviços públicos de coleta domiciliar de resíduos sólidos, varrição de vias públicas, limpeza de praias, conservação de áreas públicas, manutenção e conservação de iluminação pública nas áreas nos loteamentos: Orla 500, Florestinha, Viva Mar, Terra Mar, Verão Vermelho, Long Beach e Santa Margarida. Em caso de descumprimento, será efetuado o bloqueio de bens do prefeito no valor respectivo à multa estipulada.

A Justiça determinou, ainda, que no prazo de cinco dias, as associações dos loteamentos Orla 500 e Santa Margarida removam as placas que intitulam os loteamentos falsamente como condomínio, sob pena de multa no valor de R$ 15 mil. Em caso de descumprimento, será efetuado o bloqueio de bens, no valor de R$ 400 mil, dos presidentes das Associações e das mesmas.

Segundo o MP, para denunciar o descumprimento da decisão, os moradores de Cabo Frio devem entrar em contato com a Ouvidoria do MPRJ, pelo telefone 127. As denúncias também podem ser feitas diretamente à Promotoria de Justiça, na Rua Francisco Mendes 350, 2º andar, loja 16, no West Shopping, no Centro de Cabo Frio, das 10h às 18h.

Fonte/G1

Vereador navega por site pornográfico em sessão

Lino Peres (PT) afirma não saber como o site apareceu em seu computador

O vereador Lino Peres (PT), de Florianópolis, foi flagrado navegando por um site pornográfico durante uma sessão na Câmara dos Vereadores da cidade.  A foto, divulgada pela página do FacebookFl0r1p4 m1l gr4u, circula por redes sociais desde a manhã desta quarta-feira (27).

Em nota de esclarecimento, a assessoria de imprensa de Lino Peres considerou o caso como uma “ocorrência de vírus ou de um acidente”. “O mandato já fez um Boletim de Ocorrência e as providências legais cabíveis estão sendo tomadas”, informa o comunicado.

Ainda em nota, a assessoria afirma que o vereador não sabe como o site pornográfico apareceu em seu computador e criticou a circulação da imagem.

“Antieticamente, a foto divulgada não tem fonte e este tipo de atitude compromete a imagem institucional da Câmara Municipal de Florianópolis. O fato é que esse comportamento não condiz com o histórico do vereador Prof. Lino Peres, conhecido por séria e ilibada atuação em seu primeiro mandato na Câmara.”

Um vídeo também foi disponibilizado pela assessoria de imprensa. Nas imagens, o vereador questiona o acontecimento. Veja:

Fonte/noticias.band.uol.com.br

JORNALISTA FAZ DENÚNCIA URGENTE SOBRE PLANO DESESPERADO DE GOLPE ARMADO POR LULA

A jornalista Joice Hasselmann gravou um vídeo com a denúncia de um “plano B” do ex-presidente Lula. Prevendo a derrota de Dilma no impeachment, Lula exigirá novas eleições. Para tanto, Lula estaria se unindo a alguns senadores e armando um “golpe desesperado” para tentar alterar a Constituição.

DEPUTADO ALIADO DE DILMA CONVOCA MILITÂNCIA PARA SE ARMAR, INVADIR CONGRESSO, E ENFORCAR POLÍTICOS PRÓ-IMPEACHMENT

Deputado José Silvio dos Santos, aliado do governo, presidente do PDT do Distrito Federal convoca militantes para armarem-se e invadirem congresso utilizando cordas para enforcar deputados e senadores favoráveis ao impeachment:

12990929_1047955551930658_5841970927333043765_n

Horas depois ele publicou mais um texto tentando se justificar:

Capturar

Via: Mídia Inversa

Lula estaria pensando em pedir asilo no exterior, afirma colunista do Globo

145824998895

O colunista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, afirma que o expresidente Lula teria discutido a possibilidade de pedir asilo no exterior. Segundo o colunista, há uma conversa gravada em que Lula discutiria o país mais adequado para obter o pedido de asilo e evitar a possibilidade de extradição. Leia abaixo o texto de Noblat: Amigos de Lula, que antes o pressionaram para que aceitasse a nomeação para ministro do governo, agora insistem para que ele peça asilo político a algum país. Com isso, além de livrar­se de uma eventual prisão por aqui, ele criaria um fato político de larga repercussão internacional. E sairia de vítima.

Fonte/www.folhapolitica.org/2016/03/lula-estaria-pensando-em-pedir-asilo-no.html

Fora Tucano! Aécio recebeu propina de Furnas,diz Delício em delação!

16070506

Que os tucanos corruptos, subordinados ao Diálogo Interamericano (socialismo fabiano), sejam extinguidos de Brasília!
Em um dos termos de sua delação premiada, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) afirmou que o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), recebeu propina de Furnas, empresa de economia mista subsidiária da Eletrobras.
A declaração de Delcídio confirmou depoimento prestado pelo doleiro Alberto Youssef, que também afirmou que Aécio recebia propina de Furnas, mas não houve abertura de inquérito para investigar o caso.
“Questionado ao depoente quem teria recebido valores de Furnas, o depoente disse que não sabe precisar, mas sabe que Dimas [Toledo, ex-presidente de Furnas] operacionalizava pagamentos e um dos beneficiários dos valores ilícitos sem dúvida foi Aécio Neves”, disse Delcídio.
Ele afirmou ainda que o ex-líder do PP na Câmara José Janene, morto em 2010, também recebia dinheiro de Furnas.
O senador afirmou que Dimas possui “vínculo muito forte” com Aécio e que sua indicação para o cargo teria partido do tucano, junto ao Partido Progressista, na época da gestão Fernando Henrique Cardoso.
Delcídio relata um diálogo que teve com o ex-presidente Lula durante uma viagem em 6 de maio de 2005 na qual Lula lhe perguntou quem era Dimas Toledo.
E, segundo Delcídio, o ex-presidente teria explicado o motivo da pergunta: “Eu assumi e o Janene veio pedir pelo Dimas. Depois veio o Aécio e pediu por ele. Agora o PT, que era contra, está a favor. Pelo jeito ele está roubando muito”.
Para o senador, Lula disse isso porque “seria necessário muito dinheiro para manter três grandes frentes de pagamentos e três partidos importantes”.
Questionado, Delcídio afirma não saber se a irmã de Aécio, Andréa Neves, também estava envolvida em Furnas.
Disse, porém, que na gestão de Aécio em frente ao governo de Minas, a irmã era “uma das grandes mentoras intelectuais dele e estava por trás do governo”.

PARAÍSO FISCAL

O senador também afirma, em outro trecho de sua delação, que ouviu de Janene que Aécio era “beneficiário de uma fundação sediada em um paraíso fiscal, da qual ele seria dono ou controlador de fato”.
A sede seria, segundo Delcídio, em Liechtenstein, e a operação financeira teria sido estruturada por um doleiro do Rio de Janeiro. A fundação estaria em nome da mãe ou do próprio Aécio.
Ainda sobre o tucano, Delcídio relatou um caso na CPI dos Correios, que investigou o mensalão, no qual Aécio teria atrasado o envio de dados do Banco Rural para fazer uma “maquiagem” nas informações.
“A maquiagem consistiria em apagar dados bancários comprometedores que envolviam Aécio Neves, Clésio Andrade, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Marcos Valério e companhia”, afirmou.
Ele contou que o então secretário-geral do PSDB, Eduardo Paes, foi enviado por Aécio para lhe pedir um aumento no prazo para envio das quebras.
“Ficou sabendo que os dados eram maquiados porque isso lhe fora relatado por Eduardo Paes e o próprio Aécio Neves”, disse Delcídio.

Fonte/Folha de São Paulo

Golpe: Dilma recebe Lula no Alvorada para tratar nomeação para ministério; É a “Venezuelização” do Brasil!

Como articulador político, Lula poderia barrar impeachment, aposta Planalto.
Nos últimos dias, pressão para que Dilma nomeie ex-presidente aumentou.
Lula espera também se livrar do juiz Sérgio Moro, ganhando prerrogativa de foro privilegiado, sendo julgado pelo STF

Ou seja, atitude de Lula o torna RÉU CONFESSO! E tem que ser preso!
Se isso não acontecer, então de fato estamos contemplando a  “VENEZUELIZAÇÃO” DO BRASIL! 
dilmalula

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciaram, por volta das 18h55 desta terça-feira (15) no Palácio da Alvorada, uma reunião para discutir a possível nomeação de Lula para um ministério. Também participaram do encontro os ministros Ricardo Barzoini (Secretaria de Governo) e Jaques Wagner (Casa Civil).

A tese vem sendo defendida desde as últimas semanas por Dilma, auxiliares dela, como Jaques, Berzoini e Edinho Silva (Comunicação Social), além de parlamentares, como o líder do governo naCâmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE).

Na semana passada, os dois se encontraram em Brasília para avaliar a conjuntura política e discutir o assunto. Segundo o G1 apurou, tanto Jaques Wagner quanto Ricardo Berzoini ofereceram a Lula seus postos no Palácio do Planalto. Na ocasião, Lula recusou a oferta.
saiba mais
Dilma telefona para Lula e reforça convite para ministério
Ministros mais próximos de Dilma defendem que Lula assuma ministério

A possível indicação de Lula para um ministério ocorre em meio a investigações conduzidas pela Justiça Federal do Paraná e pelo Ministério Público de São Paulo para apurar se o ex-presidente recebeu vantagens indevidas oriundas do esquema de corrupção daPetrobras.

Ele também é investigado por supostamente ter omitido às autoridades ser o dono de um apartamento triplex em Guarujá (SP) e de um sítio em Atibaia (SP), o que a defesa dele nega.

Em razão das suspeitas, o MP-SP pediu a prisão preventiva de Lula. Nesta segunda (14), a juíza Maria Priscila Oliveira remeteu o pedido ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância.

Se for confirmada a nomeação de Lula como ministro, ele passaria a ter o chamado foro privilegiado, e as investigações seriam remetidas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Nesta segunda, questionado sobre a possibilidade de Lula virar ministro e a presidente Dilma ser acusada de tentar “obstruir a Justiça”, o chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, rebateu a tese.

“Me digam qual é a obstrução, pelo amor de Deus! O Supremo não é Justiça? O mensalão não foi julgado pelo Supremo? Tudo o que ele [Lula] não quer é isso, essa tese [de que Dilma obstruiria a Justiça]. Ele prefere continuar com o currículo dele como sempre teve”, disse.

Wagner declarou também que tem gente “babando sangue” querendo provar que Lula cometeu crimes. “E ele virou o troféu para ver quem pega primeiro”, acrescentou.

Intermediários
Embora Lula só tenha chegado a Brasília nesta terça, intermediários dele e de Dilma se falaram nesta segunda.

Jaques Wagner, por exemplo, tratou do assunto com o presidente do PT, Rui Falcão, enquanto o ministro Edinho Silva abordou o tema com o ex-ministro Gilberto Carvalho, que também atuou durante oito anos como chefe de gabinete de Lula no Planalto.

Fonte/ O Globo

 

TCU CONFIRMA IRREGULARIDADES NO ENVIO DE PROPAGANDA DE DILMA PELOS CORREIOS

14262213

Relatórios da área técnica do tribunal e do Ministério Público de Contas (MPC), que atua na corte, propõem a punição de oito servidores e dirigentes da estatal em São Paulo

Brasília – Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) confirmou que os Correios distribuíram, de forma irregular, panfletos da presidente Dilma Rousseff na campanha de 2014. Relatórios da área técnica do tribunal e do Ministério Público de Contas (MPC), que atua na corte, propõem a punição de oito servidores e dirigentes da estatal em São Paulo por viabilizar a entrega, sem chancela ou comprovante de postagem, de ao menos 4,8 milhões de santinhos da petista. O caso foi revelado pelo Estado em setembro daquele ano, o que motivou a fiscalização.

A chancela é uma estampa, prevista em norma dos Correios, que serve para demonstrar que houve pagamento para o envio, de forma regular, da propaganda eleitoral. Sem ela, é difícil atestar que a quantidade distribuída corresponde ao que foi contratado pelo cliente. O Estado revelou que a estatal abriu exceção para a campanha de Dilma na reta final do primeiro turno, quando ela tinha dificuldades junto ao eleitorado de São Paulo, conforme pesquisas da época.

O TCU fez inspeção nas diretorias Metropolitana e do Interior do Estado. Os pareceres foram concluídos recentemente, após analisadas as defesas de todos os envolvidos. Os técnicos e o MP de Contas sugerem a aplicação de multas aos responsáveis, entre eles o então diretor Regional Metropolitano dos Correios, Wilson Abadio de Oliveira, por descumprir normas da própria estatal e da Justiça Eleitoral na remessa dos santinhos – ele é ligado ao PMDB, partido do vice-presidente Michel Temer. Além disso, pedem o envio do caso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por irregularidades de campanha.

O caso agora está quase pronto para julgamento no TCU. Os relatórios foram enviados ao ministro Benjamin Zymler, relator do caso, a quem cabe elaborar voto e pautar o processo para julgamento em plenário. Os ministros do TCU podem seguir ou não as propostas feitas nos documentos.

Conforme os auditores e o MP de Contas, as normas dos Correios até permitem, em casos excepcionais, o envio de material com a chancela fora dos padrões, mas não sem nenhuma chancela. “A ausência de chancela nos panfletos, além de violar frontalmente norma interna da ECT (Empresa de Correios e Telégrafos), colocou em descrédito a neutralidade política da referida empresa pública e causou forte constrangimento a carteiros, que chegaram a ser confundidos com cabos eleitorais, fato que, sem dúvida, denegriu a imagem da entidade”, escreveu o procurador Júlio Marcelo de Oliveira, que pediu a abertura da auditoria.

A fiscalização do TCU comprovou que, além de faltar as chancelas, houve falhas na pesagem dos panfletos de Dilma, método que permite identificar a quantidade real de objetos enviados. “As ocorrências verificadas dão azo à hipótese de que o volume de objetos postados via Correios tenha sido muito maior que aquele pesado e faturado pela empresa”, afirma o procurador.

Ele alega que o então diretor regional falhou ao não garantir o cumprimento das normas dos Correios, especialmente em período eleitoral e tratando-se de volume tão grande de santinhos. “Não é crível que esse responsável pudesse estar tão alheio às atividades cotidianas de sua diretoria a ponto de não estar inteirado dos fatos anormais que ali se passavam. E mais, desvelados os fatos, não tomou este responsável nenhuma medida para investigá-los, apurar responsabilidades e punir os envolvidos, manifestando, ao contrário, apoio às práticas ilícitas ocorridas”, critica o procurador.

Os relatórios sustentam ainda que a remessa de santinhos de Dilma entre 29 de agosto e oito de setembro daquele ano deveria ter sido paga à vista, o que não ocorreu. O pagamento só foi feito em 19 de setembro, quando o Estado publicou reportagem a respeito. Mesmo assim, a coligação da presidente ganhou o desconto dado a quem acerta “no ato da compra”, no valor de R$ 83 mil. Para o MP de Contas, houve dano ao erário.

Os Correios alegam que o envio sem chancela, em caráter excepcional, está previsto em seu Manual de Comercialização e Atendimento. Segundo a estatal, vários candidatos e partidos, inclusive de oposição a Dilma, tiveram o mesmo direito – no caso deles, contudo, a quantidade distribuída foi bem menor. O PT sustenta que não houve irregularidade na remessa.

Via: Estadão